Fechar menuInícioProdutosÁreas de AtuaçãoDistribuidoresServiçosNotíciasEmpresaContactos
Fechar menuRelógios de PontoBilhéticaGinásios e PiscinasControlo de acessosOutras Soluções
Fechar menuSoftware de AssiduidadeMicro e Pequenas EmpresasTerminais BiométricosTerminais Proximidade
Fechar menuSoftwareValidação & ImprsesãoTorniquetes de Acessos
Fechar menuSoftwareTorniquetes de AcessosControlo de acessos
Fechar menuSoftwareTerminais BiométricosTerminais ProximidadeTorniquetesBarreiras e Pilaretes
Fechar menuSoftwareParques EstacionamentoControlo de RondasControlo de ProduçãoAutomação e ControloLeitores RFIDCCTV
Fechar menuInnuxTimeInnuxTime AdvanceInnuxTime APPWebTimeWebTime AdvanceWeb CalendarMódulos de Integração
Fechar menuInnuxPresentiaInnux ioTime
Fechar menuNuxEasy IIioTBioNuxFingerNuxBio IVNuxScan IIPro BioProbio ACProFaceX BioXFACE-S
Fechar menuNuxIn IINuxPro IINuxKey IINuxMobile GPRSPro RF
Fechar menuInnuxTicketInnux Ticket – DesportoInnuxTicket POSWebTicket POS
Fechar menuVenda Bilhetes Self-ServiceImpressoras de BilhetesImpressora de PulseirasImpressoras de CartõesSistema de Validação de BilhetesValidadores Portáteis de BilhéticaBilhetes e Consumíveis
Fechar menuT1000T2000T3000TornGlassTornFullTornLineTornVirtual
Fechar menuInnuxSports - GinásiosInnuxSports - PiscinasInnuxSports - Escolas DesportivasInnuxSports - Health ClubsInnuxFit - Plataforma Online
Fechar menuT1000T2000T3000TornGlassTornFullTornLineTornVirtual
Fechar menuNuxEasy ACIINuxIONuxIp IIProBio AC
Fechar menuInnuxAccessInnuxAccess OnInnuxMonitorInnuxVisitorContador de Pessoas
Fechar menuNuxEasy AC IIProBio ACProfaceXface
Fechar menuNuxIn IINuxKey IIProRfNuxIp II
Fechar menuT1000T2000T3000TornGlassTornFullTornLineTornVirtual
Fechar menuBarreiras de Parques de EstacionamentoPilaretes de Estacionamento
Fechar menuInnuxParkInnuxPatrolInnuxTrackingInnuxProduction
Fechar menuEspasPark 30EspasPark 20EspasPark 10
Fechar menuNuxMobile GPRSNuxMobile IINuxMobile III
Fechar menuNuxPro
Fechar menuNuxIoNuxIo II
Fechar menuNuxReaderNuxID
Fechar menuCCTV IPCCTV Analógico
Fechar menuSaúde / HospitaisCâmaras MunicipaisSector EmpresarialClubes DesportivosLares IPSS
Fechar menuFormulário de DistribuidorRepresentantes Oficiais
Fechar menuServiçosSuporte TécnicoDesenvolvimento à medidaFormaçãoConsultoriaCertificação Técnica
Fechar menuQuem SomosQualidadeCasos de SucessoClientesRGPDRecrutamentoFAQ
Innux - It's about TIME!Norte: (+351) 229 812 220   •   Sul: (+351) 219 618 404   •   Madrid: (+34) 91 815 37 62 geralinnux.com

Entre em contactox

Coloque-nos as suas dúvidas.
A nossa equipa está ao seu dispor.

Ligue-nosx

(+351) 229 812 220

Ou nós ligamos-lhe!

Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!

RGPD

RGPD

 

RGPD, O QUE MUDA?

Atualmente, o que as empresas têm de feito em matéria de dados é pedir um parecer à Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), que autoriza ou não a recolha, tratamento e armazenamento desses mesmos dados. E só em ocasiões específicas.

De momento, muitas empresas pedem uma autorização e fazem pouco mais. Mas vai deixar de ser assim. Vamos passar a um modelo de autorregulação. Por outras palavras, cai sob nós empresa, a responsabilidade de interpretar e cumprir o novo regulamento. Que mais tarde teremos de provar que o cumprimos e estamos em compliance. E que gerimos a questão internamente, de forma contínua.
“Numa lógica de processo de negócio, as empresas não estavam preocupadas com isto e agora têm de se preocupar. Têm de nomear uma pessoa para tratar do assunto, ou um grupo de pessoas”.

“O que significa autorregulação?

Significa olhar para os tratamentos de dados. Perceber como é que a privacidade das pessoas é afetada”. Há ainda uma nova função “que não existia”. Essa função é a do Encarregado de Proteção de Dados, ou DPO, que algumas empresas vão ser obrigadas a nomear. Será o responsável máximo por garantir que a empresa cumpre o RGPD.

 

EM RESUMO

É preciso minimizar o risco para o titular dos dados, que tem de dar autorização expressa para a organização o poder tratar e guardar. As opções pré-preenchidas deixam de ser possíveis. Terá de ser a própria pessoa a preencher. O titular dos dados também tem de saber o fim que será dado a esses dados e a empresa só os poderá usar nesse sentido. Tem de ser tão fácil aceitar como revogar a permissão.

 

CUMPRIR O RGPD

1. Diagnosticar

  • Ler o regulamento
  • Identificar os dados existentes na empresa e o tratamento que é feito:
    • Que tipo de dados existem?
    • Para que finalidade?
    • Qual o prazo de conservação?
  • Perceber quais os fluxos de dados existem:
    • Há fornecedores com acesso aos mesmos?

 

2. Revisar

  • Rever se existe consentimento dos titulares para uso e tratamento dos dados que já existem;
  • Colocar toda a documentação em cumprimento com o RPGD
    • Rever Políticas de privacidade;
    • Rever Termos de utilização;
    • Rever Contratos com fornecedores e outras entidades subcontratantes;

 

3. Nomear DPO

  • Nomear um encarregado de proteção de dados e envolve-lo no processo de preparação.

 

4. Implementar

  • Identificar medidas a adotar;
  • Avaliar se é necessário substituir sistemas informáticos;
  • Adquirir os sistemas necessários;
  • Desenhar um plano de implementação;
  • Executar as novas medidas e avaliar se tudo ficou em conformidade.

 

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo